Água será uma das prioridades Pacto Global da ONU no Brasil

A Rede Brasil do Pacto Global da ONU, maior ação de sustentabilidade corporativa do mundo, lançou neste mês suas ambições para 2030. A proposta é estimular o engajamento da iniciativa privada em iniciativas relacionadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela organização internacional. Uma das prioridades da rede no Brasil será o acesso à água potável e aos serviços de saneamento, como prevê o ODS 6.

O movimento +Água prevê ações para acelerar universalização do saneamento e da segurança hídrica do Brasil e tem a ambição de impactar a vida de mais de 100 milhões de pessoas. Além disso, a iniciativa estimula o reflorestamento de áreas críticas, que auxiliam a formação e manutenção de veios e cursos d’água, rios e lagos.

A Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor) destaca a importância desse movimento. Atualmente, 16% dos brasileiros não têm acesso regular à água tratada e 45% da população não conta com coleta de esgoto. Mais de 5 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento são despejadas na natureza por dia, segundo estudos do Instituto Trata Brasil. A Lei 14.026/20, considerada o novo marco legal do saneamento, representa um avanço em direção à universalização desses serviços.

A Abiclor está alinhada aos ODS da ONU. No ano passado, a entidade firmou um Protocolo de Intenções com a CETESB para reduzir os impactos ambientais no processo produtivo. O acordo institui, voluntariamente, metas de redução dos impactos ambientais decorrentes dos processos produtivos e da prestação de serviços das empresas associadas à Abiclor.