Simulado de acidente com produtos químicos reforça política de segurança da indústria de cloro-álcalis

A Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor), por meio da Comissão de Manuseio e Transporte (CMT), realizou o XV Exercício Simulado de Emergências Químicas, em Cubatão. O treinamento teve a participação do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, equipe de socorro do Samu e membros da Associação Brasileira de Transporte e Logística de Produtos Perigosos (ABTLP).

No pátio da transportadora Cesari, foi simulado um acidente envolvendo um caminhão tanque – cedido pela Ceslog – carregado de ácido clorídrico (HCl) e um veículo de passeio, cujo motorista ficou ferido e demandou resgate dos bombeiros e do Samu. “O treinamento é uma forma de testar na prática o que pode ocorrer num atendimento emergencial”, explica Milton Rego, presidente-executivo da Abiclor. Assim, avalia, são exercitadas as melhoras práticas de segurança no transporte e manuseio dos produtos do setor de cloro-álcalis.

Essa edição do simulado, realizada em 25 de maio, faz parte do cronograma de ações da CMT – Abiclor, que vem promovendo o aumento do número de treinamentos para os motoristas e a aplicação de rigorosos checklist nas atividades de transporte de produtos da indústria de cloro-álcalis e derivados.

Além das atividades da Comissão, houve durante a ocasião uma homenagem especial a Martim Afonso Penna, que antecedeu Milton Rego no principal cargo executivo da entidade.

Resultados

Há mais de 20 anos, com foco no transporte de álcalis, cloro e derivados, a Abiclor realiza ações recorrentes com o objetivo de melhorar os índices de segurança da indústria. Regularmente, a Associação promove os Encontros de Transporte Seguro, com o propósito de levar informação atualizada a todos os envolvidos na cadeia produtiva de setor, sempre reforçando a importância de preparar e treinar os profissionais envolvidos.

Assim, os Exercícios Simulados de Emergências Químicas fazem parte de um conjunto de ações da Abiclor e das empresas do setor, que ano após ano, está reduzindo os índices de sinistros. Uma das métricas relevantes é o número de acidentes durante o transporte rodoviário de produtos da indústria cloro-álcalis que, no período entre 2005 e 2022, caiu mais de 80% (leia mais). Anualmente, a Abiclor promove treinamentos simulados com seus produtos para orientação sobre o atendimento de emergências nos estados onde estão localizadas as fábricas. Participam da atividade embarcadores, distribuidores, transportadores e clientes. Integrantes de órgãos ambientais locais, autoridades civis e militares envolvidas nos atendimentos emergenciais são convidadas a participar