Sabia que as piscinas surgiram na década de 30?

A história da natação remonta aos tempos antigos – começou com os gregos, que a praticavam como treinamento especialmente dos soldados. Segundo historiadores, o filósofo Platão afirmava que quem não sabia nadar não era educado e, por essa razão, o esporte era bastante difundido. Mas durante muitos séculos a natação deixou de ser praticada, pois acreditava-se que o esporte favorecia o desenvolvimento de epidemias.

A partir do Renascimento, a natação voltou a ser praticada e surgiram as primeiras piscinas. A primeira piscina pública que se tem notícia foi construída em Paris, durante o reinado de Luis XIV.

Mas foi apenas a partir de 1930 que as piscinas exclusivas para torneios de natação começaram a ser utilizadas.

O primeiro país a adotar a natação como esporte foi o Japão. A modalidade fez sua estreia nos Jogos Olímpicos em 1837, em Londres. Eram disputadas apenas provas de nado de peito clássico. Em uma Olimpíada, a natação é considerada um dos esportes mais nobres, perdendo apenas para o atletismo.

Atualmente, as provas são disputadas em piscinas longas (50 metros), utilizadas nas Olimpíadas, ou curtas (25 metros).

Fontes: Site da Federação Aquática Paulista e http://rededoesporte.gov.br/