Ioga na piscina? Por que não?

Com o avanço da vacinação no País, muitas pessoas têm optado por voltar a praticar atividades físicas presencialmente, tomando, é claro, os devidos cuidados de higiene e distanciamento. Se você busca um exercício físico para relaxar, mas quer algo diferente dos tradicionais esportes aquáticos, ioga na piscina pode ser uma opção.

Assim como na modalidade tradicional, a ioga aquática ou acqua ioga, como também é conhecida, trabalha nos exercícios a respiração, o equilíbrio, a força e a coordenação, em diferentes posições executadas em pé, sentado ou flutuando na água. É indicada para quem deseja praticar uma atividade de baixo impacto, porém intensa e revigorante.

A atividade pode ser praticada em uma prancha de stand up ou na própria água, por meio de exercícios livres feitos com os pés apoiados no chão e com a ajuda de flutuadores espaguetes. Na ioga na piscina, recomenda-se que a temperatura da água esteja entre 34°C e 36°C para que o praticante relaxe e não sinta frio, já que os exercícios são lentos.

Dentre os benefícios da prática estão o aumento da sensação de bem-estar, o fortalecimento muscular, a melhora da coordenação e o equilíbrio.

E, lembre-se, ao praticar uma atividade física, mantenha o distanciamento social, higienize as mãos e os equipamentos utilizados e use máscara. Previna-se contra a covid-19 respeitando os protocolos.