Com 542 mil casos de dengue, Brasil atinge número de ocorrências de 2021

O surto de dengue no País se agravou nas últimas semanas, piorando mais a situação que já era difícil.  Segundo o mais recente boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, os casos de dengue no Brasil já passam de meio milhão. 

No ano, até o dia 23 de abril, já  foram registrados 542 mil casos  prováveis de dengue, praticamente o mesmo número da doença verificado durante todo o ano de 2021, que foi de 544 mil casos. Em relação aos primeiros quatro meses do ano anterior, houve um  aumento de 113,7%. Foram confirmados 160 óbitos por dengue.

A Região Centro-Oeste continua apresentando a maior taxa de incidência, com  com 920,4 casos/100 mil hab., seguida das Regiões Sul (427,2 casos/100 mil hab.), Sudeste (188,3 casos/100 mil hab.), Norte (154 casos/100 mil hab.) e Nordeste (105 casos/100 mil hab.) 

Em relação a chikungunya, também causada pela picada do Aedes aegypti, ocorreram 47.281 casos prováveis, o equivalente a um aumento de 40% ante o ano anterior.  Com relação ao zika vírus, foram contabilizados 2.118 casos prováveis de janeiro até o dia 9 de abril, o equivalente a um aumento de 53,9% comparado a igual período de 2021. 

Para evitar a reprodução do mosquito e eliminar possíveis criadouros, além  de evitar acúmulo de água parada dentro e fora de casa, o uso da água sanitária ajuda a eliminar a larva do mosquito Aedes,  conforme já comprovado por estudos científicos. 

A água sanitária, produto derivado do cloro, deve ser utilizada na limpeza de lixeiras de plástico, vasos sanitários, caixas d´água, ralos de pias, tanques, cozinha, banheiros.  

Confira como usar o produto em http://www.abiclor.com.br/agua-sanitaria-mata-a-larva-da-dengue-chinkungunya-e-zika-virus/

Fonte:Ministério da Saúde