Abiquim: Importações crescem 4% e atingem US$ 5,3 bi em julho

As importações brasileiras de produtos químicos somaram US$ 5,3 bilhões em julho, aumento de 4,1% na comparação com o mês junho, e de expressivos 45,4% em relação ao mês de julho de 2020. Pelo segundo mês consecutivo, os valores importados ultrapassaram a marca dos USS 5 bilhões. Em termos de volumes, as movimentações alcançaram 5,3 milhões de toneladas, com elevação de 4,7% ante junho e de 11,1% em relação ao mesmo mês de 2020.


O mês de julho, portanto, entra para a história da balança comercial em produtos químicos como o mês em que, simultaneamente, novos recordes são estabelecidos para os valores e quantidades adquiridos.


As exportações brasileiras de produtos químicos, por sua vez, somaram, em julho, US$ 1,26 bilhão, alta de 4,3% ante mês anterior, mas em termos de quantidade vendidas houve uma queda de 10,2%.


No acumulado de janeiro a julho, as importações de produtos químicos alcançaram US$ 30,3 bilhões, o que representa um forte avanço de 30,6% em relação ao mesmo período de 2020. Já as exportações brasileiras dessas mercadorias tiveram um aumento de 18,1%, totalizando US$ 7,7 bilhões até julho, desempenho especialmente concentrado nos positivos resultados dos grupos de produtos inorgânicos (US$ 2,4 bi, aumento de 11,9%) e orgânicos (US$ 1,7 bi, aumento de 37,2%) diversos.


Com esses resultados, o déficit na balança comercial de produtos químicos chegou, até julho, à marca de US$ 22,6 bilhões, considerável aumento de 35,5% em relação ao mesmo período de 2020. Nos últimos 12 meses, de agosto de 2020 a julho deste ano, o déficit comercial somou inéditos e consternadores US$ 36 bilhões.


Fonte: Notícias Abiquim