Monitor do PIB-FGV indica crescimento de 1,7% no 1º tri

A economia brasileira cresceu 1,7% no primeiro trimestre do ano quando comparado ao quarto trimestre de 2020, na série dessazonalizada, segundo o Monitor do PIB da FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgado nesta segunda-feira, 17.  Em março, o indicador teve retração de 2,1% em relação ao mês anterior.  

O desempenho positivo da economia no primeiro  trimestre surpreendeu o coordenador do Monitor, economista Claudio Considera. Segundo ele, a melhora foi observada tanto nos três grandes setores de atividade, quanto nos componentes da demanda. “No entanto, na comparação mensal, o fraco desempenho de março ante fevereiro mostra a fragilidade deste crescimento, dado o acirramento das medidas de isolamento social em diversas cidades brasileiras”, pondera Considera.

Para que a economia possa apresentar crescimento mais sustentável a longo prazo, o primeiro passo  é preciso acelerar o processo de vacinação da população, diz nota divulgada pela FGV.

O consumo das famílias recuou 1,2% entre janeiro e março ante o quarto trimestre de 2020.Apenas o segmento de consumo de produtos duráveis teve crescimento (8,2%). Em contrapartida, o consumo das famílias de serviços, segue sendo o principal responsável pelo desempenho ainda negativo do consumo, com queda de 2,8%.

Fonte: Portal Ibre/FGV