Sistema de monitoramento indica pontos de atenção da dengue no Brasil

Indicadores recentes do InfoDengue, sistema de monitoramento de arboviroses desenvolvido por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), apontam a Região Sul como a principal área de atenção em 2022, com tendência de expansão da atividade da dengue.

Segundo o levantamento, outras localidades também estão em situação de atenção, como o noroeste de São Paulo, região entre Goiânia (GO) e Palmas (TO), passando pelo Distrito Federal (DF), e alguns municípios isolados da Bahia, Santa Catarina e Ceará.

Atualmente, o sistema InfoDengue monitora dados de dengue, zika e chikungunya em todo o País de forma integrada, analisando dados epidemiológicos de notificação, dados climáticos e dados de menção às doenças nas redes sociais, o que contribui para a tomada de decisões.

O cenário apresentado pelo monitoramento ressalta a importância de observar o comportamento do mosquito e manter o controle, de forma a evitar os focos da dengue e combater o vetor.
Fonte: Fiocruz