Indústria usa hidrogênio como combustível ou como matéria-prima

Com o crescente interesse em preservar o meio ambiente e encontrar fontes de energia mais limpas, muito se tem falado do hidrogênio como exemplo de combustível limpo, neutro em carbono. Na indústria de cloro-álcalis, o hidrogênio é utilizado como combustível ou no processo produtivo para fabricação de ácido clorídrico (HCl).


O hidrogênio é um dos subprodutos gerados pela eletrólise (passagem de uma corrente elétrica através de uma solução de salmoura – sal comum dissolvido em água). Para cada 35 toneladas de cloro produzido na indústria é gerada uma tonelada de hidrogênio.


A indústria de cloro-álcalis tem trabalhado para aproveitar o máximo possível o hidrogênio gerado no processo produtivo. Nos últimos anos, contudo, o uso como matéria-prima e como combustível diminuiu em função do fechamento de plantas de cloro-álcalis e de paradas de manutenção. Mesmo com essa redução, segundo levantamento recente da Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor), em 2020 foi utilizado 81,2% do hidrogênio gerado, em 2013 esse indicador foi de 88,4%.