Choveu? Saiba como deixar a piscina limpa

Faltam 15 dias para o fim do verão e ainda há tempo para aproveitar bastante a piscina, desde que ela esteja limpa. As fortes chuvas de verão dos últimos dias podem ter deixado a água turva e alterado o seu pH. Essa combinação é perfeita e perigosa, pois favorece a proliferação de algas.  Veja como tratar a sua piscina nas chuvas de verão:

  • Analise o teor residual de cloro livre, que deve estar na faixa de 1 a 3 ppm (partes por milhão). A eficácia do cloro como desinfetante ou oxidantes depende de outro fator de controle, o pH. A recomendação para manter o nível de pH deve ser entre 7,2 e 7,6, diariamente.  O desequilíbrio do pH pode deixar a água esverdeada, o que pode ser corrigido com a aplicação dos produtos químicos corretos, como a supercloração e a manutenção do residual de cloro sempre de 1 a 1,5 ppm.
  • Controle a alcalinidade. Uma vez por semana, a alcalinidade da água deve ser medida, devendo ficar na faixa entre 80 e 120. Se estiver fora desse padrão, é preciso corrigir por meio de produtos indicados, conforme orientação do fabricante.
  • Supercloração.  A cada 15 dias deve ser realizada a supercloração, ou seja, a dosagem do cloro deve ser três vezes superior à dosagem habitual de manutenção, aproximadamente 10 ppm de cloro livre, de 1 a 4 horas, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Indica-se fazer a supercloração depois do pôr do sol, visto que os raios ultravioletas do sol destroem o cloro ativo.
  • Filtre a água, por aproximadamente duas horas. A bomba ligada ao filtro estimula a movimentação e faz com que toda água da piscina chegue aos filtros para reter as impurezas.

Fonte: Manual Piscina sem lágrimas e Henrimar