IGP- M sobe 1,17% na segunda prévia de abril

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) avançou 1,17% na segunda prévia de  abril, ante 2,98% no mesmo período do mês anterior, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV IBRE). Em 12 meses a taxa subiu de 31,15% para 31,57%.

Para André Braz, coordenador dos Índices de Preços da FGV IBRE, o aumento mais sutil foi influenciado pelo preço das  commodities em dólar. “Sem novas pressões cambiais e maior estabilidade dos preços de commodities em dólar, o índice ao produtor registrou discreta variação entre as matérias-primas brutas (0,16%), este comportamento favorece a desaceleração das pressões inflacionárias ao longo da cadeia produtiva fazendo recuar as variações de bens intermediários (5,04% para 2,89%) e bens finais (2,05% para 0,97%)”, explica.

Todos os índices medidos pelo indicador econômico apresentaram uma desaceleração do crescimento. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) oscilou 1,28% na segunda prévia de abril, ante 3,72% na segunda prévia de março.  O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 0,65% no segundo decêndio de abril, contra 0,89% no mesmo período de coleta de março.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) foi o que apresentou a menor  diferença de crescimento, variou 1,30% no segundo decêndio de abril, em comparação ao mesmo intervalo do mês anterior de 1,31%.

Fonte: FGV IBRE