Home / Programas Abiclor / Olimpíadas de Química

Olimpíadas de Química

Olímpiadas de Química

As Olimpíadas de Química são atividades científico/culturais de caráter competitivo para alunos do ensino médio (antigo 2º grau). Estudantes de cerca de 70 países participam anualmente da Olimpíada Internacional de Química (IChO), inclusive o Brasil, que seleciona seus representantes entre os premiados da Olimpíada Brasileira de Química (OBQ), da qual participam, por sua vez, os vencedores das Olimpíadas Estaduais de Química. Idêntico processo se aplica às Olimpíadas Ibero-americana de Química, onde estudantes de cerca de 16 paises, quatro estudantes por pais, participam anualmente. Origens da OBQ: Em 1986, por iniciativa do Instituto de Química da USP, com o apoio da FAPESP, da Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, foi realizado o primeiro evento, com a participação de 5 estados brasileiros. Após poucos anos, o evento foi suspenso, ressurgindo em 1996, por iniciativa da Universidade Federal do Ceará, da Universidade Estadual do Ceará e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FUNCAP, com o patrocínio da Petrobrás – LUBNOR e Editora Saraiva. Atualmente, recebe o apoio do CNPq, da ABICLOR e da ABIQUIM. Origens da IChO: A Olimpíada Internacional de Química teve origem em 1968 com a participação da então Checoslováquia, da Polônia e da Hungria. Logo, outras nações do leste europeu ingressaram na IChO e já em 1974, também os países do oeste da Europa aderiram. Os Estados Unidos ingressaram em 1984 e o Brasil, em 1999. Atualmente, participam da IChO estudantes de cerca de 70 países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *