Para matar ameba, Louisiana (EUA) trata com cloro reservatório de água

Agentes de saúde de Louisiana estão tratando com cloro o reservatório de água estadual com o objetivo de eliminar a ameba Naegleria fowleri, que pode causar uma mortal forma de meningite, informa o website da emissora norte-americana ABC News. A ameba matou ao menos duas crianças neste verão (inverno no Brasil), incluindo um garoto de quatro anos que contraiu a doença enquanto brincava em um tobogã.

Em pronunciamento, o porta-voz do Departamento de Saúde de Louisiana JT Lane, afirma a importância do cloro para o combate à bactéria. “Sabemos que o cloro mata a Naegleria fowleri, razão por que foi essencial que o distrito começasse, na semana passada, a tratar com cloro o seu sistema de água”, afirmou. O processo de cloração da água vai continuar por mais algumas semanas.

Em 12 de setembro, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) detectaramNaegleria na água que abastecia o distrito de St. Bernardt, mas a busca pela ameba ainda encontra dificuldades, afirma a ABC: “Na Austrália, situação similar foi atribuída a um trecho da tubulação de abastecimento de água que foi superaquecido e desinfectado incorretamente”, afirmou o CDC.

Agentes de saúde de Lousiana disseram que a Neagleria não pode ser contraída ao beber água contaminada e enfatiza que os níveis de cloro serão monitorados diariamente para garantir que a água esteja própria para o consumo. No entanto, as famílias devem tomar precauções especiais ao nadar e ao tomar banho.

Fonte: ABC News

Matéria relacionada: Katrina pode ser “culpado” por infecção com ameba devoradora de cérebro (http://noticias.terra.com.br/ciencia/katrina-pode-ser-culpado-por-infeccao-com-ameba-devoradora-de-cerebros,ef5e3e2eee631410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html)