Não deixe sua piscina servir de criadouro para o Aedes aegypti

Com a temporada de verão ao fim – oficialmente o verão termina no dia 20 de março – é importante manter a piscina bem cuidada, mesmo que esteja sendo pouco usada para evitar que se torne foco do mosquito Aedes aegypti. Você sabia que com o tempo, o cloro da piscina pode evaporar? Para que a piscina não se transforme em berço do vírus da dengue, zika e chikungunya, mantenha a água bem tratada  com a concentração recomendada de cloro e as bordas e as paredes sempre limpinhas, de preferência escovadas para retirar possíveis larvas do mosquito que ficam grudadas. Assim, o mosquito não se desenvolve. Já está comprovado cientificamente que o cloro combate a larva do Aedes.

Caso decida cobrir a piscina no período em que ela não estiver sendo utilizada, evite deixar água de chuva acumulada na lona de cobertura, pois esse pode ser um foco do mosquito.