Casos de dengue no estado de São Paulo caem 86% em um ano

O governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin anunciou ontem (07), durante visita à zona sul da capital paulista, que foram registrados no estado durante o primeiro trimestre 14.900 casos de 2011. O número representa uma queda de 86% em relação aos 108.200 casos registrados no mesmo período do ano passado.

Ao comentar a divulgação dos números, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez um alerta: “A queda no número de infectados não é motivo para baixar a guarda. O mosquito da dengue consegue sobreviver em ambiente seco por mais de 300 dias, quase um ano. Por isso, cada um tem um pouquinho de responsabilidade. A participação da população é decisiva. Na região Sudeste, por exemplo, 90% dos focos do mosquito estão dentro da casa das pessoas”.

Uma das medidas de maior eficácia no combate à dengue é o tratamento da água das piscinas com cloro, o que evita a proliferação dos ovos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. O Ministério da Saúde também recomenda evitar o acúmulo de água parada em pneus, vasos e caixas d água.