Home / A Indústria no Brasil / Soda cáustica

Soda cáustica

A soda cáustica é obtida por eletrólise da salmoura (solução concentrada de cloreto de sódio em água) livre de impurezas que prejudicam sensivelmente a eficiência e o rendimento do processo produtivo. Independentemente do processo, a soda cáustica apresenta-se sob a forma de solução aquosa, límpida, contendo cerca de 50% de hidróxido de sódio (NaOH) em peso, comercializada na forma a granel e transportada em carros-tanque e vagões ferroviários.

É um reagente essencial para a produção de diversos produtos químicos orgânicos. Entre as principais aplicações está o branqueamento de papel e celulose, além de ser amplamente utilizada na indústria química e petroquímica, metalurgia (produção de alumina para a indústria do alumínio), sabão e detergentes, indústria têxtil e de alimentos. De origem natural, tem relevante papel na prevenção à poluição e no tratamento de efluentes, viabilizando diversos processos industriais.

No processo da eletrólise, a soda cáustica é co-produzida numa proporção fixa de 1 tonelada de cloro e 1,13 toneladas de soda cáustica. Utilizada numa grande variedade de aplicações industriais, a soda cáustica é muito valorizada pelo seu poder neutralizador e também porque ajuda a controlar e remediar a poluição ácida do meio ambiente.  Por isso é usada em vários processos para  controlar a acidez, neutralizar os rejeitos ácidos e para a lavagem de gases.

soda-graf01

Principais aplicações

Controle da poluição
Por sua propriedade alcalina, a soda cáustica é o oposto químico dos ácidos e por isso consegue neutralizá-los. A reação de neutralização produz a água e o sal. Lavadores de gases são dispositivos para o controle da poluição do ar, projetados para utilizar as propriedades alcalinas da soda cáustica. Tais sistemas neutralizam as emissões de gases ácidos de chaminés, contribuindo assim para tornar o meio ambiente mais limpo e livre de poluição.

Além disso, as instalações de galvanização de metal geram efluentes contendo concentrações de metais pesados dissolvidos que terão que ser removidos antes dos efluentes serem descarregados nos esgotos municipais ou nos corpos d’água receptores. Normalmente, pode-se obter isso adicionando um produto químico alcalino do tipo soda cáustica aos efluentes. Os hidróxidos de metais insolúveis formados pela reação da soda cáustica com os metais dos efluentes são fisicamente removidos, como parte do processo de pré-tratamento dos efluentes.

A soda cáustica também pode ser usada para neutralizar a drenagem ácida das minas, um dos principais perigos ambientais. Durante o trabalho de  mineração, se o ar e a água entram em contato com minerais recentemente extraídos que contém enxofre, estes se oxidam rapidamente e liberam uma determinada quantidade de acidez, metais e outros componentes químicos prejudiciais ao meio ambiente. A soda cáustica é especialmente eficiente em neutralizar fluxos baixos de drenagem ácida das minas localizadas em locais remotos, e também tratar os fluxos que apresentam um alto teor em manganês.

Limpeza
A soda cáustica desempenha um papel importante na fabricação de sabão em pó, sabão em barra e detergentes, sendo que uma quantidade significativa vem sendo usada na produção de sabões industriais e sabões especiais. Os países em desenvolvimento apresentam demanda significativa  de soda cáustica, pois o sabão em barra costuma ser usado exclusivamente para a lavagem de roupas  e para a higiene pessoal. Os sabões especiais incluem os sabões para limpeza de fornos e de equipamentos para a preparação de alimentos, detergentes mais potentes para lavadoras de pratos, limpeza de pisos, limpeza de metais, removedores de tinta e muitos outros usos.

Outros usos
A soda cáustica é usada na produção de tecidos de algodão para fortalecer as fibras e absorver melhor o tingimento. Estima-se que cerca de 90% do algodão é tratado com soda cáustica. A soda cáustica também apresenta uma série de outras aplicações na indústria de alimentos, como por exemplo, no refino do óleo animal e vegetal, na remoção de ácidos graxos e para descascar batatas, frutas e vegetais. Além disso, é usada na produção de celulose, papel e alumínio. Também, quantidades significativas de soda cáustica são usadas no tratamento de águas residuais municipais e industriais.