Home / economia / Déficit da balança comercial de produtos químicos cresce com alta dos preços de importados

Déficit da balança comercial de produtos químicos cresce com alta dos preços de importados

O déficit da balança comercial de produtos químicos atingiu US$ 7,5 bilhões nos quatro primeiros meses do ano, alta de 17,6% em relação ao mesmo período de 2017. De janeiro a abril de 2018, o preço dos produtos químicos importados subiu em média 33,7% em relação aos quatro primeiros meses do ano passado, segundo dados da Abiquim.

No período de janeiro a maio, o Brasil importou US$ 12,1 bilhões e exportou US$ 4,6 bilhões em produtos químicos. Na comparação com o mesmo período do ano passado, as importações cresceram 12,5% e as exportações 4,9%. No acumulado dos últimos 12 meses (maio de 2017 a abril de 2018), o déficit é de US$ 24,6 bilhões, confirmando a tendência de alta dos últimos meses.

Os intermediários para fertilizantes permanecem como o principal grupo da pauta de importação brasileira de produtos químicos, com compras de US$ 1,6 bilhão de janeiro a abril, queda de 17,1% em relação ao mesmo período de 2017. O grupo das resinas termoplásticas foi o mais exportado pelo País, com vendas de US$ 694,2 milhões entre janeiro e abril, e uma retração de 12,2% em relação aos mesmos meses de 2017.

De janeiro a abril, os produtos químicos responderam por 22,3% do total de US$ 54,2 bilhões em importações e 6,1% dos US$ 74,5 bilhões em exportações realizadas pelo País. As importações de produtos químicos movimentaram 11,5 milhões de toneladas e o volume das exportações chegou a 4,9 milhões de toneladas, retrações respectivamente de 15,9% e de 10,0% em relação aos quatro primeiros meses de 2017.

Fonte: Abiquim Informa

Veja também

Brasil desperdiça 38% da água potável, mostra estudo do Trata Brasil

Acadêmicos, especialistas e profissionais ligados à água são categóricos de que o Brasil é um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *