Home / Noticias / Indústria de cloro e soda inicia 2017 com números positivos

Indústria de cloro e soda inicia 2017 com números positivos

Em janeiro, a produção de cloro cresceu 2,2%, atingindo 105,0 mil toneladas, quando comparada a igual de 2016. Em relação à soda cáustica, a produção aumentou 2,5%, para 115,6 mil toneladas, ante janeiro  do ano anterior,  informa a Associação Brasileira da Indústria de Cloro-Álcalis e Derivados (Abiclor).

A taxa de utilização da capacidade instalada no primeiro mês do ano foi de 81,4%, superior ao mesmo mês de 2016 em 2,2%. A média histórica do setor é de 87%.

Essa melhora nos indicadores deve ser vista com cautela, afirma o presidente da Abiclor, Alexandre de Castro, pois se dá sobre uma base muito fraca. “É prematuro dizer que essa recuperação veio para ficar. Só daqui a dois ou três meses poderemos ter uma radiografia mais clara do comportamento do mercado”, diz Castro.

As vendas totais de soda cáustica registraram alta de 14,3%, em relação a janeiro de 2016. Já as  vendas totais de cloro recuaram 3,3%, ante janeiro  de 2016.

Responsável por produtos intermediários utilizados em 16 setores da atividade, a produção da indústria de cloro e soda  teve  queda de 1,8% ante os 12 meses anteriores até janeiro de 2017.

Veja também

Pacto Global da ONU lança relatório sobre desperdício de água em redes de distribuição do Brasil

Em 2015, 182 bilhões de litros de água foram perdidos em vazamentos, fraudes, roubos ou ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *