Home / Noticias / OMS nega pedido para cancelar ou adiar Olimpíada por causa do zika vírus

OMS nega pedido para cancelar ou adiar Olimpíada por causa do zika vírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS), rejeitou o pedido para cancelar ou adiar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro por causa do zika vírus, segundo reportagem do jornal Valor Econômico publicada no último fim de semana. Na avaliação da OMS, cancelar ou alterar o local dos jogos “não vai mudar significativamente a propagação internacional do vírus”. A entidade informou que vai continuar monitorando a situação e atualizar suas recomendações quando necessário.

Na sexta-feira passada, dia 27, um grupo de pesquisadores de pelo menos 15 países enviou uma carta aberta para a agência da ONU e o Comitê Olímpico Internacional (COI) alertando que por questões de saúde pública, a Olimpíada no Rio deveria ser adiada ou então o local do evento deveria ser mudado em razão do vírus zika. No documento divulgado, o grupo de pesquisadores dá como justificativa para o adiamento ou cancelamento da Olimpíada o fato de o zika ao infectar gestantes pode ocasionar problemas neurológicos nos bebês e a associação com a Síndrome de Guillain-Barré.

Os cientistas lembram na carta que os Jogos Olímpicos de 1916, 1940 e de 1944 foram cancelados por causa de doenças. Em resposta à carta, o Ministério da Saúde divulgou nota dizendo que o zika está presente em 60 países e que a população brasileira representa 15% das pessoas expostas ao vírus.

Veja também

Câmara aprova urgência e espera votar na próxima 3ªF marco legal do saneamento

O pedido de urgência foi aprovado em meio a polêmica sobre a previsão de licitação …