Home / Noticias / Brasil não deverá cumprir meta de saneamento, prevê secretário

Brasil não deverá cumprir meta de saneamento, prevê secretário

O secretário nacional de saneamento ambiental, Paulo Ferreira, reconheceu esta semana que o Brasil dificilmente terá condições de cumprir a meta de universalização de saneamento  básico.

O Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) prevê que até 2033 todo o território nacional seja abastecido por água potável e que 92% dos esgotos estejam tratados. Segundo o secretário, são “metas ousadas”. Ele atribuiu o atraso das ações a dificuldades como falta de recursos, problemas de gestão nos municípios e conflitos relacionados ao licenciamento ambiental.

Estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que, com o ritmo atual de investimentos, a população brasileira só estaria completamente atendida com água encanada em 2043 e com esgotamento sanitário só em 2054. Dados do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (Snis) indicam que a ampliação da rede de água e rede de coleta de esgoto cresceram, porém, não foram valores muito otimistas.

Sobre o impacto de saneamento na transmissão da dengue e doenças relacionadas, o secretário afirmou que é um problema mais relacionado à higiene das habitações, mas ele reconheceu que “se tiver coleta de esgoto, a possibilidade de contaminação é menor”.

Fonte: O Estado de São Paulo

Veja também

Abiclor participa de workshop sobre transporte de produtos perigosos

A Abiclor vai participar na semana que vem, dia 20, do workshop sobre a nova ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *