Home / Sem categoria / Uruguai proíbe uso “não essencial” de água potável

Uruguai proíbe uso “não essencial” de água potável

Limpar calçadas, lavar carros e encher piscinas são algumas das atividades que estão proibidas em 51 cidades do Uruguai, inclusive em Montevidéu, onde vive metade da população do país.

A proibição do uso “não essencial” foi a saída que o governo encontrou para enfrentar a seca provocada pela escassez de chuvas nos últimos meses. O órgão uruguaio encarregado do fornecimento de água, Obras Sanitárias do Estado (OSE), responsável pelo fornecimento de água, também informou que  para monitorar a correta aplicação da medida habilitará pessoas encarregadas de multar infratores.

Devido à escassez de chuvas nos últimos meses, o governo uruguaio declarou situação de alerta por “emergência agropecuária” em vários departamentos do país. No dia 13 de julho, a OSE pediu para os habitantes de Montevidéu e arredores fazerem uso responsável de água potável.

Fonte: Exame.com, 28/07/2015

Veja também

Câmara aprova MP que permite leilão específico de óleo e gás para industrialização

A Câmara dos Deputados aprovou no último dia 16, a Medida Provisória 811/2017, que permitirá ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *