Home / Sem categoria / UFBA pesquisa mosquito três em um: dengue, zika e chikungunya

UFBA pesquisa mosquito três em um: dengue, zika e chikungunya

Não é apenas pela presença das listas brancas que o Aedes Albopictus se assemelha ao mosquito Aedes Aegypti. De acordo com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), ele pode ser um novo transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Segundo Adriano Monte Alegre, parasitologista e pesquisador da UFBA, nos países asiáticos o Aedes Albopictus já é o principal transmissor da dengue. Em outras regiões, o mosquito também hospeda o zika e a chikungunya. No Brasil, o vírus da dengue foi identificado em larvas, mas em adultos ainda não foi confirmado. “Se a larva está infectada, ela vai se transformar em um adulto, e este teria o vírus hospedado. Temos a impressão de que já tenha Aedes Albopcitus com o vírus da dengue, mas não foi comprovada”, conclui Adriano em entrevista ao site G1.

Segundo o pesquisador, as diferenças ocorrem pelas linhas do corpo – o Aedes Aegypti tem várias linhas brancas e o Albopictus apenas uma, e é mais escuro. Além disso, o Aedes Aegypti prefere as zonas urbanas, já o Albopictus, além das cidades, também deposita os ovos na natureza:  oco de árvores, fundo de cocos, palha, lugares onde se acumula água.

Fonte: G1, 10/07/2015

Veja também

Atividade econômica recua 0,13% no 2º tri, mostra BC

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) apresentou …