Home / Noticias / Centro de treinamento da Copa tem piscina com suspeita de foco de dengue

Centro de treinamento da Copa tem piscina com suspeita de foco de dengue

O estádio Brinco de Ouro do time Guarani, em Campinas, que irá hospedar o time da Nigéria durante a Copa do Mundo, possui uma piscina inativa com suspeita de foco de dengue. A denúncia foi feita por moradores da região que temem que a situação facilite a proliferação da doença. A cidade de Campinas, em São Paulo, passa pela pior epidemia de dengue da história, com 14 mil casos e duas mortes, além de sete suspeitas.

“Estamos correndo riscos. Não adianta a gente fazer nossa parte se, ali do lado, existe essa situação. Acredito que não precisava chegar a esse ponto, em que as pessoas têm de denunciar isso. É uma questão de bom senso. Estamos preocupados. Em um momento em que toda a cidade está em alerta pelos casos de dengue, o que se vê aqui é irresponsabilidade”, escreveu o internauta Waldene Feitoza, que registrou o flagrante e enviou ao site G1.

A assessoria de imprensa do Guarani, segundo o site G1, disse ter recebido a visita de equipes de fiscalização e combate à dengue e que seguirá as normas exigidas pelos órgãos de saúde. Segundo a Secretaria de Saúde, a água acumulada na piscina não apresenta riscos por ser tratada com cloro, impossibilitando a reprodução do mosquito. Mas a Secretaria admitiu que em outros pontos das instalações do complexo do Brinco, como bueiros, foram identificados possíveis focos de transmissão da doença.

Fonte: site G1, 25/04/14

Veja também

Abiclor participa da reunião da Câmara Ambiental da Indústria Química e Petroquímica da Cetesb

O diretor-executivo da Abiclor, Martim Afonso Penna, e o assessor, Nelson Felipe, além do consultor técnico, ...